Shibari – Sexo e Cordas

Sexo e Cordas – Shibari

Se você se acha supermoderna(o) por já ter amarrado alguém na cama – ou, pior, se nunca usou cordas no sexo justamente porque acha modernidade demais, eu tenho uma notícia pra você:

Isso não é novidade há muito tempo.

Desde século 19, os japoneses praticam Kinbaku, a arte de amarrar parceiros de maneira erótica (e bela), como você vê acima. Na década de 1990 o resto do planeta descobriu a brincadeira. Só que um erro de tradução apareceu no caminho. Gringos mundo afora espalharam que a prática chamava Shibari (“Amarrar”, em japonês – só no sentido de dar um laço mesmo, sem nenhum erotismo).

Quando perceberam que o termo estava incorreto, já era tarde demais.

O Shibari já tinha conquistado fãs por toda parte, todo mundo estava se importando mais com os nós e menos com as palavras nipônicas.
O problema é que é mais fácil ser fã do que praticante. Não é qualquer pessoa que consegue fazer um nó de Shibari. A prática exige uma técnica precisa, aquele tipo de coisa que você só aprende fazendo curso. Mas para isso você tem que investir tempo, dinheiro – e encarar uma sala de aula com direito a professores e colegas.
Quer dizer, esse era o cenário. Um site tem dado uma nova opção para quem quer ser um pouco mais prático. O TheDuchy disponibiliza, online, tutoriais detalhados de Shibari.
São 17 tutoriais gratuitos liberados para quem quer arriscar os primeiros passos no mundo do Shibari. As produções ensinam desde qual corda escolher até como fazer um Pentagrama, laço conhecido entre os praticantes.
O conteúdo dos passo a passos varia, mas em sua maioria ele conta com um combo interessante: um vídeo mostra o nó em questão sendo dado, lentamente, para que você não perca nenhum detalhe. Se mesmo assim continuar sentindo que deixou algo para trás, uma sessão de fotos mostra as etapas de maneira estática, para ficar ainda mais fácil de acompanhar. Os laços ainda acompanham um comentário do instrutor, que dá dicas adicionais sobre a manobra (coisas como tamanho da corda ideal, ou prós e contras de cada nó).
Um macete, no entanto, ajuda na parte das instruções por foto. Usando o tradutor de seu navegador, as instruções passarão para o português em questão de segundos, como mostro no gif abaixo.

Se amarrou na ideia? Deveria!

Se a simples possibilidade de tentar algo novo, e mudar sua vida sexual, não te atraiu, te darei mais um argumento. Praticar BDSM é bom para sua saúde e relacionamento. Nos últimos 70 anos, pesquisadores traçam os efeitos desse tipo de fetiche no corpo, e os resultados não poderiam ser melhores. Os resultados apontam para redução do stress, aumento da intimidade dos casais, e uma facilidade de atingir o prazer, afirmou ao The Guardian, Brad Sagarin, pesquisador na área de Psicologia da Northern Illinois University.
Quem sabe o que faltava para você se soltar na cama, era ficar um pouco preso? Vale a pena experimentar!

Baseado no post do uol sexting.


Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!

Convido você a visitar nossa página no FACEBOOK e nos acompanhar através do INSTAGRAM.

Diariamente muitas novidades para você!

Gostaria de conhecer nossa Loja Virtual e nossas sugestões de produtos?

Pode acessar por aqui  www.suaveluxuriasexshop.com.br

Entre em contato conosco por um destes números: (61) 98195.1561 Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

suaveluxuria

Sexy Shop grande variedade de Produtos Eróticos, melhores preços! Compre Vibrador, Plug, e tudo para o Sexo Anal! Discrição e Sigilo. Sexshop!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *