Conto Erótico – O meu vizinho…

Conto Erótico – O meu vizinho…

 

Meu nome é Mara, vou relatar aqui o que aconteceu comigo logo que mudei para um prédio novo. Sou morena, cabelos loiros, seios grandes, bumbum redondinho, lábios carnudos, altura mediana, enfim sei que sou capaz de deixar um homem com a imaginação a mil.

Sou recém-separada, moro em um apartamento novo, dois blocos de prédios no condomínio. Garagens separadas, mas a minha vaga estava alugada. Dai resolvi alugar uma vaga de garagem do prédio vizinho. Era só atravessar o hall.

Certo dia cheguei do trabalho, um pouco cansada, e ainda havia passado no mercado, para comprar algumas coisas. Ainda vestida com roupa de trabalho, saia lápis, bem justa, camisa social branca com rendas e um decote por conta dos botões, salto alto preto e maquiagem, ressaltando um batom vermelho vivo. Desci do carro peguei minha bolsa e as sacolas. Percebi que ali perto havia parado um carro branco, e desceu um homem bem alinhado, calça e camisa social, sapatos pretos, estampava no rosto certo cansaço de final de jornada.  Mesmo assim era a elegância andando, homem charmoso e que tinha um mistério no olhar. Passando por mim se ofereceu para me ajudar com as sacolas, eu o agradeci e ainda falei que ainda existiam cavalheiros. Ele se apresentou, meu nome é Roberto e o seu? Eu disse Mara.  Ele me acompanhou até o elevador do meu prédio. De alguma forma me chamou a atenção, havia algo misterioso em seu olhar, olhar curioso.

No caminho ele comentou, “seu perfume é bom”, eu meio sem graça falei que nem estava sentindo mais, não sabia que ainda cheirava, rs! Ele me olhou e disse que eu tinha um cheiro gostoso. Fiquei sem graça na hora, mas gostei de ouvir aquilo. Ele falou com um tom de voz imperativo. Chega arrepiei na hora. O elevador chegou, colocou as sacolas dentro e me deu tchau, eu o agradeci e subi. Mas algo havia mexido com meus sentidos. Cheguei em meu apartamento, moro no oitavo andar, guardei as compras e fui tomar um banho. Eu estava há alguns dias sem fazer sexo, ultimamente só usava meus brinquedinhos… rsrs!!

Tomei banho e fiz um lanche. Mas não parava de pensar naquele olhar, aquele homem tinha algo que mexia com meus pensamentos mais sacanas.

Coloquei minha roupa de ginástica, um shortinho bem curtinho, parecia mais uma calcinha. Com um top que mal cabia meus enormes seios, um tênis e meia. Amarrei os cabelos, coloquei uma música suave e comecei a me alongar. De frente para um espelho grande que tenho na sala. Estava lá tranquila alongando, quando me deparei com a imagem do meu vizinho, Roberto, no espelho, me olhando pela janela do apartamento dele. Ele morava um andar acima do meu, no prédio vizinho.

Na hora senti algo pulsar lá em baixo. Fiz de conta que não era comigo, e comecei a me alongar mais sexy ainda, de costas para a janela. Percebi que ele apagou a luz e continuou olhando. Vi que ele estava gostando do que estava vendo. Me posicionei de quatro bem empinada para me alongar. Percebi seu que seu braço se mexia, logo imaginei que ele estava se masturbando. Daí tive a ideia de pegar um brinquedinho só pra sacanear mais. Sentei no sofá que ficava de frente para a janela e fiz de conta que não tinha o visto. Peguei o vibrador e comecei a brincar, tirei meu short e comecei enfiar meu vibrador bem gostoso. Meu vizinho ficou mais frenético. Fui sacanear o vizinho e acabei gozando bem gostoso no sofá. Percebi que ele se aquietou. Deve ter gozado. Ele saiu da janela, imaginei que sossegou, relaxou.

Tomei um banho e fui ler um pouco e depois fui dormir.

No outro dia sai cedo para o trabalho, e por incrível que pareça, nos encontramos no estacionamento, ele também saía cedo para deixar a filha na escola para depois ir para o trabalho.

Ele me olhou com um jeito sacana, e eu o cumprimentei bem formal mas imaginando o que ele tinha visto na noite anterior. Sem perder tempo entreguei-lhe meu cartão, afinal de contas sou uma consultora de seguros bem resolvida. Tenho que aumentar minha carteira de clientes.

Mas a intenção era passar meu telefone. Não deu outra, mais tarde ele me add no whats, e me chamou: – Boa tarde Mara, sou Roberto, seu vizinho, tudo bem? – respondi que sim, tudo bem e você vizinho? – Tudo. Então gostaria de saber se pode fazer uma cotação de seguro por gentileza, o seguro do meu carro está quase vencido. – Sim, claro que posso, solicitei os dados, ele me passou, daí puxou outra conversa;

Então você é nova ali no condomínio? – sim me mudei há pouco tempo. E você? Mora há muito tempo? Há uns cinco anos. Continuamos a conversa. Ele me perguntou se eu era casada, disse que não, recém separada. E fomos entrando em assuntos de intimidade. Ele falou que não estava tão bem no casamento, pois havia caído na rotina. Perguntei o que ele fazia, qual era sua profissão. Ele disse que era Servidor público e professor de faculdade e tinha dois filhos.

Me perguntou porque o meu casamento havia terminado e eu disse na lata, que era incompatibilidade de sexo e convivência. Aquilo com certeza aguçou sua curiosidade.

Ele então falou: como um homem pode deixar escapar uma mulher tão elegante e bonita como você? Agradeci o elogio, imaginando o que ele já estava querendo… rsrsrs, sair da rotina. Daí falei, olha eu também não entendo. Mas vou partir pra outra.

Ele então me perguntou se eu aceitaria sair para tomar um café. Disse que sim, se não fosse trazer problemas pra ele, ele disse que se trouxesse problemas, ele não se importaria se o problema valesse a pena… rsrs! Pensei, que homem direto. Naquele mesmo dia saímos. Não era o dia de sua aula. Então fomos há um barzinho discreto e aconchegante, longe de casa. Nos apresentamos, ele pegou em minha mão, senti meu corpo tremer, a reação dele também não foi diferente. Sentamos e pedimos algo para beber. O papo que já havia se iniciado no whats teve continuação. Ele ressaltou novamente que eu tinha um cheiro bom, e eu falei que ele também. E a conversa começou a esquentar. Ele com um jeito tímido e atrevido ao mesmo tempo.

Perguntou: então seu ex marido não dava conta de você? Eu fiquei muito sem graça e ao mesmo tempo senti um certo desafio. Pensei ahh é, quer jogar? Então vamos lá. Sim, verdade, ele não dava conta de mim, falei isso olhando em seus olhos, e com certeza aquele homem teve uma ereção naquele momento. Daí pensei vou pegar pesado. – E sua mulher, dá conta de você? Ele se surpreendeu com a pergunta. E respondeu que não do jeito que ele sempre sonhou mas estava indo. Daí eu falei, o ser humano não pode morrer antes de fazer certas coisas na vida; e ele perguntou que coisas seriam essas. Eu disse, puxar um cavalo de pau, tomar um porre, fazer mergulho e transar como se fosse o último dia de sua vida, fazer tudo que deseja na cama. Daí ele me olhou com tanto vigor e perguntou: dessas ai o que você ainda não fez.. eu sorrindo falei, O mergulho.. rsrsrs!! Ele me olhou com uma tara que senti minha bucetinha pulsar. Ele deve ter pensado: essa daí na cama deve pegar fogo. Daí o papo continuou quente. Ele perguntou se eu malhava, disse que quando tinha tempo eu corria no parque ou fazia ginástica em casa. Só para lembra-lo da ginástica da noite anterior. Ele então falou subitamente, preciso ir pra casa. Falei então vamos. O garçom trouxe a conta, ele como um cavalheiro não me deixou pagar. Saímos do local e fomos para os carros. Meu carro estava em um local escuro, ele foi me deixar até ele. Quando cheguei perto, fui me despedir, dar dois beijinhos, ele não se aguentou e me deu um beijo de verdade. Daqueles que deixam a gente pingando lá embaixo.

Não me fiz de rogada e retribui lhe dando um beijo “baculejo”.. rsrs o apertei e fui passando a mão em seu corpo, apertei sua bunda, que bundinha gostosa, e passei a mão em seu pau super duro e grande.. pensei: eu com um pau desse disponível todo dia, ia acabar com esse homem. Ele passando a mão em mim, nos meus seios, na minha bunda.. nossa que tesão era aquele. Que beijo mais gostoso e tesudo, uma química talvez nunca sentida daquele jeito. Não resisti e abri o zíper de sua calça e coloquei aquele pau na boca com muito gosto, chupei-o deliciosamente, sempre olhando em seus olhos. Esse homem quase pirou, passava a língua na ponta, e o engolia com maestria. Não demorou muito e ele gozou em minha boca, tomei todo aquele leitinho sem deixar nada. Ele me levantou e falou que nunca havia sido chupado com tanta vontade como o chupei. E falou que aquilo não ficaria assim, ele queria mais. Marcamos de nos ver no outro dia. Eu não estava me aguentando de tanto tesão. Me masturbei duas vezes à noite pensando naquele homem e no que faria comigo. No outro dia fui trabalhar linda e cheirosa. Nos encontramos no horário do almoço perto de um motel, entrei em seu carro e de cara dei-lhe um beijo com tesão. Ele ficou surpreso. Fomos para o motel. Chegando lá a gente se agarrou antes de entrar no quarto, um beijo com Tesão, molhadinho.. fomos subindo as escadas quase se arrastando, que fogo era aquele, uma loucura. Empurrei Roberto na cama, o mesmo caiu e ficou me olhando, comecei a tirar a roupa bem sensual e devagar. Ele não estava se aguentando mais, querendo me tocar.. e eu não deixei, e foi assim até tirar penúltima peça, pois a calcinha fiz questão que ele tirasse com a boca. Na mesma hora o mesmo começou a beijar meu corpo todo.. meus seios barriga, e foi descendo até minha pernas, depois voltou subindo até minha calcinha preta de renda. E foi beijando, me provocando, e eu parecia um vulcão à ponto de explodir, quando ele foi mordendo a calcinha e descendo devagar, só para me torturar.. eu quase gozando já. Enfim, conseguiu tirar e aproveitou para beijar minha buceta, que estava molhada e docinha. Que língua gostosa passando ali no meio… não demorou muito e gozei, não aguentei segurar, me tremia toda. O mesmo veio subindo novamente pelo mesmo caminho que desceu até chegar em meus seios, que estavam com os biquinhos ouriçados.

Começou a chupa-los com tanta força que soltei um grito de prazer e dor ao mesmo tempo.. não pensei que sentir dor ali seria tão prazeroso. Veio me beijar novamente, parecia que íamos nos engolir, beijo bem guloso. O empurrei com delicadeza e pedi para que se ajoelhasse na cama, o mesmo atendeu, dai me levantei e fui beijando do pescoço pra baixo, lambendo, passando a língua devagar em seu corpo.

Compre Aqui Tesão de Vaca!
Compre Aqui Tesão de Vaca!

 

Lambi seu peito, mordi de leve seus mamilos, ele gemendo gostoso e baixinho, continuei descendo até meu objetivo final, que era chupar aquele pau gostoso. Me coloquei de quatro bem empinadinha e comecei a chupa-lo devagar e bem gostoso.

Esse homem se contorcia de tesão. Como era gostoso chupar aquele pau grande, grosso e lindo. Fui chupando, não conseguia parar, estava quase em transe quando Roberto subitamente me puxou, dizendo que se não parasse ele gozaria na minha boca. Me deitou carinhosamente na cama e pegou uma camisinha e foi colocando devagar, olhando em meus olhos, me torturando. Quando se deitou em cima de mim e colocou aquele pau em minha buceta molhadinha, foi me rasgando, que delícia que tesão era aquele, foi forçando bem gostoso e começou um vai e vem rápido, de novo não me aguentei e gozei, mas parece que foi pior, meu tesão dobrou, virei esse homem, me coloquei sentada naquele pau, e fiquei descontrolada. Peguei suas mãos e coloquei em meus seios e ele foi apertando, depois me abaixei e coloque meus seios em sua boca, sinto muito tesão assim. E continuamos naquele movimento de cavalgada até ele me tirar de cima, pois não estava aguentando. Parecia que não fazíamos sexo há anos.

Ainda por cima tive a ideia de colocar seu pau no meu cuzinho, pois adoro sexo anal, sinto muito tesão, capaz de gozar várias vezes seguidas. Fui forçando a entrada bem devagar e gostoso. Ele simplesmente fechou os olhos e se deliciou com o momento.

Nessa hora comecei a dizer palavras sacanas em seu ouvido, tipo: “fode bem gostoso o rabo dessa sua puta safada, que adora levar pau no cuzinho, me deixa bem abertinha vai, seu sacana de buceta e cuzinho, fode essa piranha gostosa, que é só sua vai, mete ele até o fundo bem gostoso, vizinho!” Ele não aguentou e gozou. Foi tão gostoso ver aquela cena de prazer, ver aquele homem gemer gostoso enquanto gozava. Que me deixou ligada. Imaginando qual seria seu pique. Meu tesão não acabara, continuava ali com vontade. Até que ele relaxou.

Ele se levantou e foi tomar uma chuveirada. Fiquei olhando ele tomar banho e não acreditei que havia ficado com aquele homem, praticamente um estranho, mas aquilo me excitava de alguma forma.

Entrei no chuveiro com ele, e comecei a passar o sabonete por seu seu corpo, como era gostoso fazer aquilo. Ele simplesmente me olhou e falou que eu era um perigo. Perguntei o porquê, mas ele não respondeu.

Voltamos para a cama e ficamos abraçados ali por alguns minutos, e começamos a nos beijar novamente. Parecia que não tinha fim aquele fogo. E logo ele estava pronto pra outra. Não acreditei, o sonho de toda mulher tarada é ter um homem que tenha o mesmo pique que ela.

Daí fomos pra segunda que foi tão boa quanto a primeira e muito gostosa como a terceira. Que homem era aquele, parecíamos a gasolina e o fogo. Uma coisa sem limites. Até que deu a hora de ir embora, e voltar para a realidade. Desse dia em diante nos víamos com frequência, mesmo ele relutando contra os sentimentos de culpa, por ser casado. Ele sempre visitava meu apartamento. Também saíamos para jantar de vez em quando e eu fazia umas loucuras com ele. Coisas talvez nunca vivida por ele, talvez por isso aceitava. Talvez somente pela curiosidade e desafio. Hoje somos amigos, ele evita me encontrar, pois sabe que se o fizer não temos limites. Não tenho medo de nada. E ele sabe disso.

Por isso mantemos a distância hoje.

Mas foi ótimo saber que existe pessoas como nós.


Veja outros contos eróticos aqui:

Pratique Pompoarismo!
Pratique Pompoarismo!

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!

Convido você a visitar nossa página no FACEBOOK e nos acompanhar através do INSTAGRAM.

Diariamente muitas novidades para você!

Gostaria de conhecer nossa Loja Virtual e nossas sugestões de produtos?

Pode acessar por aqui  www.suaveluxuriasexshop.com.br

Entre em contato conosco por um destes números: (61) 98195.1561 Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.


 

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR

suaveluxuria

Sexy Shop grande variedade de Produtos Eróticos, melhores preços! Compre Vibrador, Plug, e tudo para o Sexo Anal! Discrição e Sigilo. Sexshop!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: